'1325' - 24|NOVEMBRO

SEXTA 24 | NOVEMBRO
14h30 e 21H30 | PEQUENO AUDITÓRIO
M/12 | 75 MIN. | GRATUITO

'1325'

PERIPÉCIA TEATRO

1325: Resolução do Conselho de Segurança das Nações Unidas, que exorta os estados membros à inclusão das mulheres na construção e manutenção da paz.

Em 1325, três Avós vivem num espaço habitado por roupa e memórias: roupas penduradas, memórias guardadas, roupas em fardos, memórias a monte, roupas coloridas, trágicas memórias. São as Avós quem nos guiam pelo universo da Mulher e sua relação com a Paz, numa narrativa formada por vários quadros que se centram no activismo de uma mulher ou conjunto de mulheres. Cada quadro aflora uma forma narrativa própria, a partir daquilo que é sugerido pelas acções e sensibilidades geralmente associadas ao universo feminino. A partir de actividades domésticas, canções de embalar e jogos de criança, emergem personagens como Rosa Parks, Aung San Suu Kyi, Aminetu Haidar, Wangari Maathai ou Graça Machel.

O tom narrativo de ‘1325’ está intrinsecamente associado à ternura e ao humor, procurando intensificar o espírito de positivismo que dá força a estas mulheres que, por todo o mundo, vão tecendo, com paciência, um vestido branco do tamanho da Terra.

 

ENSAIOS ABERTOS (ESCOLAS)

QUARTA 22 E QUINTA 23

10H30 e 14H30

 

Criação* e interpretação: Ángel Fragua, Noelia Domínguez e Sérgio Agostinho
*Livremente inspirada em ‘1325 Mujeres Tejiendo la Paz’, obra colectiva dirigida por Manuela Mesa Peinado, editada pela Fundación Cultura de Paz, Madrid.

Iluminação: Paulo Neto
Máscaras, design-gráfico: Zétavares
Arranjos musicais e interpretação: Plácido Carvalho y Luís Filipe Santos
Adereços de figurinos: Sara Casal
Produção executiva: Sara Casal
Co-criação, dramaturgia e direção: José Carlos Garcia

Duração: 75 min.
Classificação: Maiores de 12 anos.

Estreado no Teatro de Vila Real em 3/2/2012, com o Alto Patrocínio da Assembleia da República.