COMPANHIA PAULO RIBEIRO | 25/SET

QUARTA 25 | SETEMBRO

21h30 | GRANDE AUDITÓRIO

M/12 | 60 MIN. | 5€ / 3,5€ / CARTÃO DO TEATRO

ticketline

 

"SEM UM NÓS NÃO PODE HAVER VOZ"

COMPANHIA PAULO RIBEIRO

 

Será que se pode dançar Bergman? E se sim, será o quê? Que corpo será esse? Que dinâmica terá?
Inspirado na vida e universo do cineasta sueco, Paulo Ribeiro transforma o solo interpretado por si em “Sem um tu não pode haver um eu” (2014) num movimento colectivo. Se anteriormente o coreógrafo se interrogava sobre a relação do homem com o seu reflexo e a essência passava pelo confronto e castigo do corpo, nesta (re)criação, o coreógrafo procura desconstruir o léxico inicial para descobrir pontos de luz. Dança-se com a densidade comum à obra de Bergman para criar texturas e dinâmicas que convocam humor e emoção, numa procura de celebração do corpo em permanência.

 

Coreografia, Direcção Artística e Selecção Musical: Paulo Ribeiro

Interpretação: Afonso Cunha, Liliana Oliveira, Maria Martinho, Mariana Vasconcelos e Rita Ferreira

Música: Bach – Cello Suites (Pablo Casals): Cello Suite #5 In C Minor, BWV 1011 – Prélude; Robert Wyatt: Hasta Siempre Comandante, Insensatez, Shrinkrap; Carlos Lázzari Y Su Orquesta: La Puñalada; Franz Koglman – IX: O Moon My Pin-Up, Third Movement, Distinctions; Mindel Band: Perentem; Magnus Lindberg / Ictus Clarinet Quintet – Related Rocks

Voz: Bárbara Guimarães e Clara Andermatt

Desenho de Luz: Nuno Meira

Figurinos: José António Tenente

Texto: Ingmar Bergman

Assistência de Luz: João Rodrigues

Gravação e Edição de Voz: Nuno Braga

Fotografia e Vídeo: Pedro Sadio

Coordenação Geral: Pedro Jordão

Comunicação: Patrícia Cuan

Produção Executiva: Rita Monteiro

Produção: Companhia Paulo Ribeiro

Co-produção: Convento São Francisco

Apoios: Câmara Municipal de Cascais/Fundação Dom Luís I, Câmara Municipal de Coimbra, Fundação “la Caixa”/BPI

Agradecimentos: Fundação Oriente

A Companhia Paulo Ribeiro é uma estrutura financiada pela República Portuguesa/Direcção-Geral das Artes

 

Trailer: