SHORTCUTZ #41 - 1|MAIO

TERÇA 1 | MAIO

21h30 |OFICINA DAS ARTES

ENTRADA GRATUITA

SHORTCUTZ #41

O Shortcutz Vila Real e o Teatro de Vila Real têm o prazer de apresentar uma sessão dedicada a parte da filmografia de Guy Bordin e Renaud de Putter. Um duo de cineastas cuja linguagem fílmica se funde com a antropologia e etnologia. A sessão conta com a presença dos realizadores.



TIMU

5' | 2009

Impressões de chuva em Samoa. Sons, cores, sensações.



HORS-CHANT

32'09'' | 2010

Início do século XX. A cantora Marie Toulinguet perdeu a sua voz. Totalmente afectada por esta tragédia pessoal, é assombrada por lembranças assustadoras da sua infância em Terra Nova (Canadá). Ela lembra-se de uma boneca indiana, um presente de sua mãe. Foi feita por uma empregada chamada Shanawdithit, a última sobrevivente dos índios Beothuk. Enquanto Marie revive a sua perda de voz, um vínculo é restabelecido entre ela e a mulher indiana que está morta. Através deste relacionamento enigmático, Maria pode reconciliar-se com o seu passado e talvez inventar um futuro.



LES MAISONS DU NORD

20'33” | (2015)

A breve visita de um padre do Quénia ao Árctico canadiano é uma oportunidade para evocar o passado desta região inuit marcada por duas figuras de missionários católicos, que também eram etnólogos e aventureiros. Os seus destinos estão ligados através do filme dirigido por um deles no final da década de 1950, ‘Lux in Tenebris’, um documento precioso que mostra o fascínio deles por um mundo que certamente ajudaram a tornar-se mais conhecido, mas que, com outras forças, eles aceleraram a mutação irremediável.