JULHO, AGOSTO E SETEMBRO | 2019

JULHO, AGOSTO E SETEMBRO | 2019

DO LADO DO VERÃO + ALGURES A NORDESTE

ENTRADA GRATUITA

 

DO LADO DO VERÃO | 2019

 

Folheie a agenda online: 

https://issuu.com/teatrodevilareal/docs/tvr_jul_ago_set_2019/1?ff=true

 

Em Julho e Agosto a programação do Teatro Municipal de Vila Real acontece DO LADO DO VERÃO, ao ar livre, aproveitando a arquitectura do edifício e a belíssima envolvente paisagística do Parque Corgo.

A primeira parte da banda sonora deste Verão é feminina e tem sotaque. Vários sotaques, aliás, de Cabo Verde a Moçambique, do Brasil ao Portugal continental e insular. Num cartaz muito especial, trazemos um pouco da lusofonia para alguns entardeceres e noites de Julho. Sara Tavares, Cristina Branco, Selma Uamusse, Cremilda Medina, Labaq e Sara Cruz são as seis cantoras convidadas para um programa que funde várias culturas musicais, tradicionais e contemporâneas.

No final do mês muda-se o registo musical com o regresso do ciclo Clássicos de Verão, uma viagem estival descontraída pela música erudita e pela história da música e do cinema. Concertos e cine-concertos têm lugar nos vários espaços exteriores do Teatro (do Auditório Exterior à esplanada, passando pela Praça Cénica) e no extenso relvado do Parque Corgo. Neste ciclo, a Orquestra Jazz de Matosinhos leva-nos a visitar os primórdios do jazz, quando este se dançava nos salões de baile.

Uma das nostalgias de Verão é o cinema ao ar livre. O Teatro de Vila Real não se fica pela memória e organiza quatro sessões, com quatro clássicos do cinema. ‘Os Verdes Anos’, de Paulo Rocha, ‘As Férias do Sr. Hulot’, de Jacques Tati, ‘Luzes da Cidade’, de Charlie Chaplin, e ‘Rita ou Rito?’ de Reinaldo Ferreira, são os filmes da nossa vida neste Verão.

Mas o Verão também tem palcos do outro lado do rio, no Centro Histórico, onde se realizam os 14 espectáculos do Arruada – Ciclo de Artes de Rua, produzido em parceria com os Serviços de Animação e Turismo do Município. Na sua quarta edição, o Arruada traz a Vila Real algumas das melhores companhias portuguesas, como Teatro do Mar, Radar 360ª e P.I.A., entre outras de Espanha, Itália e Argentina.

 

ALGURES A NORDESTE | 2019

O mês de Setembro é dominado pela terceira edição do Algures a Nordeste – Festival de Dança Contemporânea . Em 2019, o festival internacionaliza-se, apresentando companhias de Espanha e do Brasil. E, numa altura em que se comemora o centenário de Sophia de Mello Breyner Andresen, o Algures a Nordeste homenageia esta figura ímpar da cultura portuguesa com dois espectáculos, pela companhia Dança em Diálogos e pela Companhia Portuguesa de Bailado Contemporâneo.